real estate company logo
javporn
Home Imprensa Notícias Agenersa autoriza Águas de Juturnaíba invista em saneamento básico na Região dos Lagos
Agenersa autoriza Águas de Juturnaíba invista em saneamento básico na Região dos Lagos

A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa) assinou termo aditivo ao contrato de concessão de Águas de Juturnaíba, que permitirá que a empresa invista em saneamento básico cerca de R$ 10 milhões na Região dos Lagos nos próximos dois anos. O convênio para a realização das obras foi firmado entre a concessionária, o Governo do Estado e as prefeituras em reunião no Teatro Municipal de São Pedro da Aldeia, na última sexta-feira (08/03). Participaram do encontro os conselheiros José Bismarck Vianna de Souza, Moacyr Almeida, Luigi Troisi, Roosevelt Brasil e Silvio Carlos Santos, os secretários estaduais de Ambiente, Carlos Minc, e o de Pesca e Desenvolvimento, Felipe Peixoto, representantes das concessionárias, do Consórcio Intermunicipal Lagos São João, além de autoridades municipais e estaduais.

A Concessionária Águas de Juturnaíba, responsável pelo saneamento básico de Araruama, Saquarema e Silva Jardim, vai implantar o sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário do Bairro Praia Seca, em Araruama, na Região dos Lagos. Para esta obra, a concessionária investirá cerca de R$ 9,75 milhões, beneficiando 3.037 casas no município. Para receber e tratar o esgoto da Praia Seca serão realizadas 3.100 ligações domiciliares, construídas sete estações elevatórias e uma ETE com utilização do Sistema Wetland, sendo o esgoto totalmente tratado por meios naturais. As obras estão previstas para serem executadas em quase dois anos.

Prolagos assina protocolo de intenções

Já a Prolagos, concessionária responsável pelo saneamento básico dos municípios de Arraial do Cabo, Búzios, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande e Cabo Frio, assinou um protocolo de intenções com as prefeituras e o Governo do Estado para realizar obras de implantação de redes coletoras de esgoto e estações elevatórias na região do entorno da Lagoa de Geribá, em Búzios, e a transposição dos efluentes tratados das Estações de Tratamento de Esgotos (ETE) de São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande para a Bacia do Rio Una.

A Prolagos pretende investir na instalação de duas elevatórios de esgoto  – uma em Geribá e outra no bairro do Bosque de Geribá. Juntas, elas terão capacidade total de coleta de 22,52 l/s. Além destes equipamentos, a Prolagos instalará uma rede coletora de 5 quilômetros de extensão, beneficiando diretamente mais de 7 mil moradores. A obra está orçada em R$ 3,7 milhões e visa, principalmente, à coleta e ao tratamento do esgoto doméstico produzido nesta área, preservando o meio ambiente da região e contribuindo para a saúde dos moradores. 

O novo pacote de obras da Prolagos também incluiu a transposição dos efluentes tratados das ETE de São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande para a Bacia do Rio Una.  A obra, orçada em R$ 7,2 milhões, consiste na implantação de 5 quilômetros de tubulação em Iguaba Grande e 3 quilômetros de tubulação em São Pedro da Aldeia, além da construção de duas Estações Elevatórias (uma em cada município). As obras serão iniciadas assim que os recursos forem liberados pelo Governo do Estado.

No total, a Região dos Lagos receberá investimentos de R$ 33 mi

A todo, a Região dos Lagos vai receber cerca de R$ 33 milhões do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam). O anúncio foi feito pelo secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc. As intervenções irão beneficiar cerca de 1,5 milhão de pessoas em períodos de alta temporada. O pacote de investimentos inclui o projeto-piloto de irrigação de lavouras na Região dos Lagos com esgoto tratado, cujos nutrientes serão utilizados na fertilização de terras. Pioneiro no Rio de Janeiro, o projeto-piloto de irrigação – que tem o apoio da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária – será iniciado pelos municípios de São Pedro da Aldeia e de Iguaba Grande, com investimentos de cerca de R$ 9 milhões.

Além do pacote de obras, o secretário anunciou outras duas importantes intervenções com recursos já assegurados do Fecam, da ordem de R$ 4 milhões, que foram pedidos por pescadores e prefeitos da Região dos Lagos: a continuidade da dragagem para desassorear a saída do Canal de Itajuru, que liga a Lagoa de Araruama ao mar, e a instalação de 32 boias de sinalização para a demarcação de cerca de 18 quilômetros de rotas de passeios turísticos e de pesca na Lagoa da Araruama.

Com informações das Assessorias de Comunicação da Secretaria Estadual do Ambiente e da Prolagos

 

rodape.png

Fornecido por Designed by: Joomla 1.5 Template, what is a database storage. Valid XHTML and