Em reunião com diretores do Sindestado, Agenersa participa de encontro para tratar das medidas contra fraudes em postos de GNV

Em reunião com diretores do Sindestado, Agenersa participa de encontro para tratar das medidas contra fraudes em postos de GNV

Dirigentes do Sindestado, representantes da Agenersa, do Instituto Combustível Legal e da concessionária Naturgy se reuniram nesta terça-feira (20/02) para discutir formas de combater fraudes no setor do gás natural veicular do estado do Rio de Janeiro e melhorar a comunicação de ocorrências.

Na pauta do encontro, realizado no Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência do Estado do Rio de Janeiro (Sindestado), foram apresentadas propostas para redução de custos, diminuição de fraudes e troca de medidores e a necessidade de retomada das atividades de fiscalização por parte da Naturgy com acompanhamento da agência reguladora.

 "Publicamos a Instrução Normativa 94 de 15 de março de 2023 que dispõe no §7 art. 1 que durante as fiscalizações da Agenersa, esta poderá requisitar que as concessionárias CEG e CEG Rio retirem os medidores para perícia quando houver suspeita de manipulação ou fraude”, esclarece Jorge Calfo, gerente da Câmara Técnica de Energia (CAENE).

Criado em 1963, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência no Estado do Rio de Janeiro (SINDESTADO-RJ) representa os revendedores de combustíveis em todo o Estado do Rio de Janeiro, exceto a capital que tem sindicato próprio.