Agenersa na Rua: Após rompimento de uma segunda adutora, agora em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, a Agenersa mais uma vez se fez presente

Agenersa na Rua: Após rompimento de uma segunda adutora, agora em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, a Agenersa mais uma vez se fez presente
,

Nesta sexta-feira (01/12), a equipe de pronto atendimento da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) demonstrou eficiência ao se dirigir  à Rua Clarinia, em Campo Grande, zona oeste do Rio. Lá chegando, se deparou com a extensa adutora, que já havia rompido em um trecho em Nova Iguaçu no último dia 28 de novembro, voltando a se romper no dia 30 do mesmo mês, desta vez em um ponto em Campo Grande, ocasionando impactos significativos à comunidade.

 

.

 

A singularidade desse incidente reside no fato de que a adutora, operada pela Águas do Rio (Bloco 4), atravessa as áreas de concessão da Águas do Rio em Nova Iguaçu, e também da Rio+Saneamento(Bloco 3), em Campo Grande. O rompimento inicial em Nova Iguaçu exigiu o fechamento do registro, permitindo a entrada de ar na tubulação. Ao restabelecer o registro da Adutora, que se estende até a área de concessão da Rio+Saneamento o ar foi empurrado pela água, resultando no segundo rompimento em Campo Grande.

 

.

 

Os técnicos da Agenersa, ao chegarem ao local, identificaram situações que tornam a região um ponto frágil, como construções irregulares sobre a adutora, que é uma tubulação antiga, e a falta de manutenção adequada. A equipe da ouvidoria da Agenersa visitou os locais afetados pela água, totalizando 9 lojas e 12 casas, garantindo que a concessionária Rio+Saneamento (Bloco 3) prestasse a devida assistência. A equipe de responsabilidade social da concessionária esteve presente, realizando levantamento dos danos e distribuindo água e comida aos moradores.

 

Diante dos desafios em escoar a água, a concessionária enfrentou dificuldades, especialmente devido à proximidade de comércios em todas as direções. Foi necessário utilizar diversos tubos para garantir o escoamento da água de forma a não afetar ninguém. A Agenersa, além de fiscalizar a atuação da concessionária, assegurou suporte necessário à população.

 

,

 

A Agência instaurou um processo regulatório para apurar responsabilidades, proporcionar assistência às vítimas e garantir o cumprimento das obrigações contratuais. Caso irregularidades sejam constatadas, a concessionária poderá ser autuada. A ação rápida e eficiente da Agenersa reforça seu compromisso em zelar pela segurança e bem-estar da população, destacando-se como um órgão regulador dedicado a enfrentar desafios emergenciais com diligência e responsabilidade.