real estate company logo
javporn
Home Imprensa Notícias Comunicado
Comunicado

A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa) comunica que abriu o Processo Regulatório E-22/007/003/2020 para acompanhar os procedimentos realizados pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) para o correto e eficaz restabelecimento do abastecimento de água na Região Metropolitana, que desde o dia 06 de janeiro de 2020 apresenta mudanças na coloração, gosto e odor. A Companhia foi oficiada a se manifestar, e deve apresentar à Agenersa, em cinco dias, alguns esclarecimentos.

1. Informações sobre as inspeções realizadas nos bairros do Município do Rio de Janeiro de Paciência, Campos Grande, Santa Cruz, Olaria, Braz de Pina e Ramos, acerca das reclamações dos usuários quanto à qualidade da água distribuída;

2. Resultado das análises microbiológicas coletadas por técnicos de laboratório especializado e do Laboratório Municipal de Saúde Pública (LASP);

3. Resultado do monitoramento realizado em 100 pontos de água fornecida a unidades de saúde e de educação da Prefeitura do Rio em bebedouros, cozinhas e banheiros, bem como nos reservatórios de água de imóveis públicos;

4. Certificado das inspeções realizadas pelos técnicos sobre a higienização dos reservatórios e cisternas em geral, bem como a periodicidade do devido monitoramento;

5. Prazo para restabelecer o correto e eficaz abastecimento.

Essas informações embasarão decisão do Conselho Diretor no processo, pois a Agenersa determina, por meio de instrução normativa, que o fornecimento de água da Cedae atenda aos padrões definidos pelo Decreto Federal 5.440/2005 e Portaria do Ministério da Saúde 2914/2011. Através do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua) são definidos os parâmetros para elaboração do Plano de Amostragem das Análises da Qualidade da Água para Consumo Humano a ser realizado pela Cedae e a posterior conferência dos resultados com outras análises feitas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Caso a Companhia não se manifeste ou seja comprovada falha nos seus procedimentos que comprometa a qualidade da água fornecida e coloque em risco a saúde dos usuários, a Cedae pode ser penalizada com multa de até R$ 5 milhões.

 

rodape.png

Fornecido por Designed by: Joomla 1.5 Template, what is a database storage. Valid XHTML and