real estate company logo
javporn
Página Inicial Imprensa Notícias Agenersa apura causas de explosão em Coelho Neto
Agenersa apura causas de explosão em Coelho Neto

Técnicos da Agenersa realizaram uma vistoria em Coelho Neto, na Zona Norte do Rio, para investigar as causas da explosão ocorrida no conjunto habitacional Fazenda Botafogo, na manhã desta terça-feira (05/04). O local é abastecido por gás canalizado fornecido pela Concessionária Ceg. A Agenersa abriu processo regulatório e determinou que a Ceg preste auxílio social e material aos moradores atingidos pelo acidente, inclusive com o custeio de moradia provisória, se for o caso.

A Agenersa também determinou que a concessionária realize inspeção de segurança em todos os prédios do conjunto habitacional para certificar-se de que não há outros vazamentos no local. Além disso, a Agenersa requisitou todos os dados sobre o fornecimento de gás canalizado do local, especialmente das visitas efetuadas pelos técnicos da Ceg para atender às ocorrências dos moradores.

A Agenersa vai solicitar cópia do laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) com o resultado da perícia sobre a explosão, cujo conteúdo será um dos instrumentos do processo regulatório.

A Agenersa irá se pronunciar oficialmente sobre o acidente em Coelho Neto em sessão regulatória, quando o Conselho Diretor analisará integralmente os fatos e as provas contidas nos autos do processo.

Se as análises técnicas apontarem que a empresa é a responsável pela explosão, ela poderá ser multada em até R$ 3,5 milhões.

O acidente

A explosão aconteceu no início da manhã desta terça-feira (05/04) em um dos prédios - que tem 40 apartamentos - do conjunto habitacional Fazenda Botafogo, que fica na Rua Omar Fontoura, em Coelho Neto, Zona Norte do Rio.

Com a força da explosão, cinco pessoas morreram, outras nove ficaram feridas e vários apartamentos foram danificados.

 

rodape.png

Fornecido por Designed by: Joomla 1.5 Template, what is a database storage. Valid XHTML and